O funcionamento de uma Indústria de Estruturas Metálicas 

Estruturas metálicas são consideradas tendências no mercado tanto pela praticidade que oferecem a um projeto, quanto pela leveza e versatilidade da obra. Para o funcionamento de uma fábrica é necessário espaço, portanto, comumente o galpão é o ambiente ideal e alguns equipamentos como a ponte rolante que transporta as barras de aço são imprescindíveis, entre outros detalhes.  

Ao longo da fabricação das estruturas o aço estrutural passa por variadas operações e é o tipo de fabricação requerida que determina uma sequência. Podemos citar como operações comuns: Manuseio e corte de material; Execução de Gabaritos; Traçagem; Operações de Furação; Desempeno, Ajuste e Alargamento de furos; Parafusagem e Soldagem; Acabamento; Controle de Qualidade; Limpeza e Pintura; Embarque. 

O material, perfis e chapas de aço recebidos na unidade fabril, industrializado, pintado é enviado para obra nos tamanhos exatos para as montagens da estrutura desejada. Os valores podem variar de acordo com a com a finalidade da estrutura a ser fabricada. Existe um manual de detalhamento para a checagem adequada, seja para detalhamento de identificação referente a número de corrida, fabricante, tamanho entre outras especificações.  

Especialista no assunto 

Na Linetec – Indústria de Estruturas Metálicas, existe um conjunto de atividades para a fabricação de produtos manufaturados a partir da matéria-prima para atender aos clientes. Primeiramente se entende a necessidade para oferecer a solução e então elaborar a proposta com orçamento. As demandas podem ser diferentes; uns apresentam projeto, outros querem fornecer o material, outro precisa apenas do serviço, outros querem modificar um projeto original em concreto para estrutura metálica. As variações são inúmeras e os valores acompanham as medidas e detalhes. 

É importante dizer que os perfis e chapas de aço a Linetec fabrica com o fornecimento próprio ou do cliente, incluindo escopo de fornecimento de materiais com faturamento direto para o cliente final, de forma a evitar bitributação no contrato. A parte de telhas, calhas e rufos também pode ser trabalhada e faturada dessa forma. Em fábrica, ao receber o material e tendo disponível os projetos detalhados para fabricação já é possível identificar as prioridades e particularidades da obra e então iniciá-la. 

Normalmente a etapa inicial é a de corte dos perfis que são recebidos em barras de 6 ou 12m dependendo do tipo de perfil. Paralelamente é feito o corte das chapas que serão necessárias na hora da montagem dos perfis. Posteriormente, vem os recortes e furações, caso não seja peça reta, entre outros detalhes que podem evolver angulações, recorte de encaixe e, após esse preparo, segue para montagem que já é a fase de fabricação para fazer as montagens dos conjuntos da obra.  A etapa seguinte é a solda e inspeções de qualidade que antecedem a pintura, se necessário. 

Concluídas as etapas e acumuladas as peças é realizada a otimização do transporte e a entrega para a equipe de campo realizar a montagem da obra. 

Redação Agência LEV 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu