Receba Notícias
+55 (15) 3363.4663 contato@linetec.ind.br
Estrada Alfredo Sebastiani 2400 Boituva/SP - CEP: 18.550-000
 
Topo

UE orienta fabricantes de avião a não comprar aço da Kobe Steel

BRUXELAS - A agência de segurança de aviação da União Europeia (UE) recomendou que as empresas parem de usar produtos feitos pela japonesa Kobe Steel, uma grande fornecedora para fabricantes de aeronaves ao redor do mundo que admitiu ter forjado dados sobre a resistência do material.

A autoridade também recomendou que as companhias que usam material da Kobe verifiquem suas cadeias de fornecedores e, se for possível, suspender as compras.

Centenas de empresas foram potencialmente enredadas no escândalo — de operadores do famoso trem bala do Japão à americana Boeing, que é a maior fabricante de aviões do mundo.

Autoridades japonesas estão investigando a extensão do problema com relação às partes afetadas, disse a Agência Europeia de Segurança da Aviação em um comunicado datado de 17 de outubro. Ainda segundo a agência, várias organizações indicaram que vão avaliar a questão.

A situação atual não é considerada uma “condição insegura” que levaria a agência a publicar uma diretiva de navegabilidade da aeronave, o que impediria os aviões de decolar, explicou a agência de segurança.

“Onde fornecedores alternativos estiverem disponíveis, é recomendado suspender o uso de produtos da Kobe Steel até que a legitimidade das partes afetadas possa ser determinada”, escreveu a autoridade.

Um porta-voz da Kobe Steel disse que a empresa está checando os fatos sobre a questão e não pode comentar imediatamente.